"Dia Internacional da Mulher". - Matilde Garcia de Almeida Vasconcelos
07/03/2022 14:07 em Novidades

Quem diria que um dia teríamos esse reconhecimento. Quantas gerações se passaram no anonimato! Sim, passaram, mas deixaram as marcas de suas conquistas.  Se hoje somos reconhecidas assim, devemos a elas com seus exemplos de sabedoria  que apenas com um olhar  nos dizia grandes mensagens: ora silenciosas, ora suspirando ou algumas vezes até graciosas esboçavam pequenas e repetidas canções.              Tempos passaram. Gerações se foram. Aqui estamos nós na corrida da vida: de bicicleta, moto, ônibus ou a pé e, imagina, outras até dirigindo seu próprio veículo.   Temos inúmeras tarefas não apenas em casa, mas nossas emoções hoje tem espaço.   Corremos em busca de trabalho profissionalizando nossas habilidades, deixando pra trás a antiga profissão "Do Lar". Somos de tudo um pouco. Aprendemos umas com as outras a trocar informações, conhecimentos que nos capacitam a sermos amigas, esposas, mães, psicólogas, pedagogas, cuidadoras e enfermeiras práticas. Muitas das vezes até bombeiras, apagando incêndios de relacionamentos conflituosos, ânimos exaltados entre membros da família.        Aprendemos não a ler as mãos como fazem as ciganas; mas a ler semblantes tensos, tristes, preocupados ou estressados; a ler silêncios, a escolher o que falar e a hora de falar. Aprendemos a nos     amar e, assim deixamos de questionar   o   amor de alguns por nós.   Quando nos amamos, nos aceitamos  e trabalhamos a cada dia atitudes que não favorecem e aprendemos também a aceitar as diferenças de cada um.            

        Hoje a mulher ocupa cargos desafiadores que jamais poderíamos imaginar. Os desafios sempre surgirão para cada ser humano. Somos livres para fazermos    nossas escolhas mas, acima de tudo, estarmos comprometidas com aquilo que escolhemos .        Nosso dia !!                   

        Faremos sempre o melhor dentro do espaço alcançado, na expectativa de novas conquistas.

COMENTÁRIOS