Brasil: uma bagunça sem fim - *Walber Gonçalves de Souza
09/07/2018 19:47 em Novidades

 

                O que está acontecendo com o nosso país? Sinceramente, o fundo do poço parece não chegar nunca. Todos os dias, uma surpresa, uma lambança, um disse que não me disse, uma realidade banhada pela tolice desenfreada, uma verdadeira bagunça sem fim.

                Escrevi este artigo no início da noite de domingo, e durante todo o dia o caso do ex-presidente Lula teve várias reviravoltas. Nem ele sabia se ficaria preso ou solto. Não pretendo com este artigo analisar se é justa ou não sua prisão. Tenho minha opinião, mas deixo a cargo do leitor o julgamento.

Se a prisão é justa, o domingo em questão não passou de uma grande palhaçada monocrática; se a prisão for injusta, nosso judiciário não passa de um verdadeiro circo de horrores, pois não julga o mérito, mostrando que está infectado pela politicagem. Portanto, de qualquer forma podemos afirmar, sem medo de errar, que o nosso Poder Judiciário está doente, demonstrando não ter uma direção jurídica que dê ao povo brasileiro uma sustentação real para as suas análises e entendimento. Vivemos uma insegurança jurídica total, e mais, não é de hoje, o fato mencionado neste texto soma-se a tantos outros fatos absurdos que presenciamos cotidianamente.

                E o que me causa náuseas é viver em um país sem rumo, sem direção, onde as leis são tratadas como factoides, se é que elas de fato existem. Pois pelo visto não. Leis que permitem uma hermenêutica ao bel prazer das conveniências, não podem ser consideradas sérias. Em se tratando de leis brasileiras pior ainda, pois a maioria dos altos cargos do judiciário são preenchidos por indicação. Então imagine a triste situação em que nos encontramos: nossos políticos indicam seus julgadores. Como conhecemos o caráter da grande maioria dos nossos políticos, por consequência podemos supor as entranhas do judiciário.

                De bagunça em bagunça, não só, mas também provocada pela insegurança jurídica, e repito não somente por este caso, pois ele é mais um entre milhares que beneficiam tudo que há de errado neste país, vamos nos afundando no caos, matando a esperança de dias melhores, construindo uma sociedade doente de valores, onde o ser brasileiro já não nos enche de orgulho.

                Triste uma nação que não consegue dar fim a um caso, tendo milhares de situações importantes acontecendo e esperando serem analisados e que não deslancham justamente porque ficamos presos a uma interminável jogatina de recursos sem fim de um mesmo caso.

                A tão sonhada democracia, o direito à defesa e a justiça estão sucumbindo aos interesses mesquinhos da zorra total, da bagunça, da insegurança, que só privilegia quem comunga do caos, da corrução, da desordem, da injustiça, enfim, de tudo aquilo que não faz de um país uma nação séria. Uma triste realidade que insiste a nos acompanhar. Só nos resta perguntar: até quanto meu Deus?!

 

*Walber Gonçalves de Souza é professor, membro das Academias de Letras de Cartinga, Tófilo Otone e Maçônica do Leste de Minas

COMENTÁRIOS